Manutenção Hoteleira

19/12/2012 11:08

Já no final de ano as férias provocam um aumento nas ocupações de hotéis, pousadas e ressorts.

E a manutenção, como vai?

É comum verificar situações de incomodo aos hóspedes (ninguem sai de férias e paga um hotel para ter aborrecimentos) e que na maioria dos casos poderia ser evitada de maneira simples.

Em industrias o termo CHECK-LIST é comum mas também pode ser utilizado em hoteis para verificar as condições do quarto ANTES do hospede entrar. Sim, porque se o hospede já entrou no quarto e descobre algo com problema, lá se vai a imagem do hotel.

O check-list de um quarto é simples e pode ser feito pela camareira. Iluminação, tomadas, ar-condicionado, banheiro e suas partes hidraulicas, mobiliario, janelas, limpeza & higienização, piso, parede, pinturas, decoração, portas e fechaduras. Tudo isso pode fazer parte de um check-list para que não apareçam "surpresas" no check in.

Mas também é possivel criar atividades de inspeções via software de gestão (CMMS/EAM), onde um funcionario da manutenção verifica os pontos determinados e executa trabalhos seguindo um procedimento.

Um software de gestão de manutenção em Hotel é muito útil, inclusive para atender a chamados da recepção (onde provavelmente se concentram os pedidos) e para programar atividades preventivas.

Eu implantei um sistema de gestão de manutenção para um Hotel e obtive excelentes resultados, com a diminuição de chamados, reclamações e gastos com manutenção.

O sistema opera via WEB e tem a possibilidade de abertura e fechamento de ordens de serviço por IPHONE, TABLETS, IPAD, IPOD, CELULARES e vários outros , bastando ter acesso à internet.

Essa possibilidade cria uma facilidade na programação de serviços, pois o Supervisor de manutenção pode durante uma ronda, ir abrindo ordens de serviço para os problemas que vai encontrando.